A MANIPULAÇÃO PELO MEDO E O SOFISMA COMO NOVA FAKE NEWS

Não vamos fazer um post com novas teorias da conspiração mas vamos trazer fatos que por mais incríveis e curiosos são o que são: fatos. Espero que esse post ajude a tranquilizar você e sua família neste momento delicado pois se desesperar é o primeiro passo para se prejudicarem. Também esperamos que confie nesta página, mas não contando com isso, vamos inserir alguns links de fontes abertas para verificarem o que estamos a dizer.

Teorias da conspiração, jogada política, especulação financeira internacional, oportunismo empresarial, histeria e perigo real. O que é verdade nisso tudo? Bem… um pouco de tudo, pois no mundo tudo está interligado e um grande evento não acontece sozinho sem consequências e oportunismo.

Medo é fonte de persuasão e manipulação.

Acredito que todos estejam de comum acordo quanto a origem geográfica do vírus, independente da incerteza de sua origem biológica, mas o quanto disso é fake news? Pra isso temos que lembrar que é possível contar uma mentira dizendo apenas verdades. O sofisma é basicamente isso, um argumento concreto, com premissas verdadeiras mas que tem por objetivo produzir, geralmente voluntariamente, uma conclusão incorreta. Um exemplo de sofisma conhecido, seria o diabo tentando a Jesus no deserto, dizendo meias verdades com intuito de enganá-lo. Apenas uma ilustração conhecida.
Em tempos de informação e contra-informação instantânea é fácil desmentir uma inverdade factual, mas não tão fácil é explicar, especialmente para uma população inteira, como aquela verdade é uma meia-verdade, ou uma verdade fora do seu contexto adequado, ou seja, uma mentira. E esta é a mais nova e sofisticada versão da fake news para 2020! E pode causar milhares de mortes.

Você tem constantemente ouvido que o Covid-19 causa insuficiência respiratória, sequelas pulmonares e mortes, sim, muitas mortes. Tudo isso é verdade. Neste caso o que não te contam por diversos interesses escusos é que absolutamente todos esses sintomas são idênticos para complicações em todas as gripes. Qualquer gripe não tratada pode evoluir pra pneumonia e deixar sequelas pulmonares. O nome “coronavírus” é dado a uma “classe” de vírus que já circulam no mundo todo, derivado de animais, esse é só mais um entre muitos tipos de coronavírus e é até provável que você já tenha adquirido um em algum momento. Quando você fica gripado, geralmente significa que você contraiu um dos muitos tipos existentes de vírus. A popular virose. E seu corpo aprende a lidar e elimina o vírus e você sobrevive. Não é diferente com o coronavírus.

Então você vai ouvir muitas meia verdades. Entre elas: “Não existe vacina pra esse vírus!” A ideia aqui é inferir que se você se contaminar tem alta probabilidade de morrer. Felizmente não é assim! Não existem vacinas para milhares de vírus existentes e a vacina antigripal tenta proteger contra os mais conhecidos e mortais tipos. Porém mesmo sem se vacinar seu corpo comumente elimina sozinho os vírus. Tanto é que 80% dos casos as pessoas transmitem o COVID-19 sem ter nenhum sintoma e nem mesmo adoecer. Isso ocorre pois seu organismo já está eliminando o vírus naturalmente sem nenhuma complicação.
Não ter vacina não significa risco de vida. A vacina é uma prevenção na maioria dos casos. Mas se você tiver suspeita, e ainda não for grave, o tratamento caseiro recomendado é exatamente aquele que a mamãe sempre falou quando você ficou gripado: Beba bastante líquido, repouso, boa alimentação e um antitérmico.
A atenção especial sobre vírus do tipo corona é que alguns já causaram um índice de mortalidade de quase 50%, o que não se observou neste caso. Esse provou ser uma gripe similar as demais, com baixa taxa de mortalidade.

Você ouve “Nesse momento o número de mortos se aproxima de 30 no país! Isso é sério! Não é só uma gripe!”
Neste caso não são as pessoas que estão subestimando o coronavírus mas é você que está recebendo uma narrativa que subestima a gripe. Você sabe quantas pessoas morrem de gripe por mês? Sabe quantas pessoas morreram de outras gripes no mesmo período em que foi apurado as 25 mortes por coronavírus?
Somos um país com 200 milhões de habitantes. Já chegamos a ter mais de 2000 mortes por gripes em um ano confirmadas. Acredita-se que o número seja maior. Atualmente o número gira em torno de 1000 anuais. Então em números modestos, até porque em muitos casos quem morre por gripe acaba sendo reportado por outras complicações, como falência múltipla de órgãos, significa que temos uma média de mortes por gripes comuns entre 120 a 160 mortes MENSAIS, entre elas a do tipo H1N1. Então no mesmo período que morreram duas dúzias de pessoas por Covid-19 provavelmente número maior faleceu por outros tipos virais. E em alguns anos o número foi 6 vezes maior sem que ninguém fizesse quarentena. Neste caso a manipulação se aproveita da desinformação, e te assusta omitindo uma situação que você sempre viveu mas nunca soube.

Na Europa em especial na Itália a mortalidade atingiu níveis desesperadores, mas isso não significa que o vírus agiu diferente lá. Diversos fatores relacionados a faixa etária, clima, não prevenção e principalmente o despreparo das ações de saúde levaram ao caos. O vírus foi conhecido em 2019, o pico de mortes na Itália foi 4 meses depois. Tempo suficiente pra ações serem tomadas ou negligenciadas. Mas você sabe quantas mortes as “gripes comuns” causam na Europa anualmente? Na faixa de 60 a 70 mil! Sim! Então outras gripes já matam centenas de vezes mais por lá. O que é incomum é matar tantos de uma vez e o fato de ser em um só país num continente com muitos países próximos indica fatores estranhos, entre eles a especificidade de tratamento de saúde pública.

Vamos então baixar a guarda? Não. Ter cautela, evitar aglomerações é recomendado. Mas isso não significa que é essencial. O que se tenta evitar com a quarentena é minimizar o efeito do pico epidêmico pra não colapsar o sistema de saúde e não impedir totalmente que haja disseminação pois isso é virtualmente impossível. Como mostramos outras gripes mataram 5 vezes mais que a COVID-19 no Brasil e provavelmente você não se assustou porque não sabia ou porque a mídia não ficou repetindo 24h por dia “Não saia de casa. Veja essas pessoas morrendo de gripe!”. Quarentena e isolamento é útil, mas se a sua cidade não registrou nenhum caso ou você não mora em nenhuma metrópole não há necessidade de se enclausurar. Não há! Além de uma vida sedentária e em ambientes limitados causar outras doenças o fechamento de cidades inteiras incluindo o comércio acaba gerando colapso econômico, desemprego e também muitas mortes. Mais mortes inclusive que por uma epidemia por coronavírus.

Trabalhadores informais são os primeiros impactados e depois os formais, e uma economia colapsada causa centenas de milhares de mortes diretas e indiretas. Pessoas desempregadas e com subempregos são presas fáceis para doenças oportunistas e a vulnerabilidade social acarreta violência e também mortes em decorrência de crimes. A maioria não enxerga isso pois somos imediatistas e não planejamos a médio prazo. Porém pesquise por mortos em depressões econômicas.

Mas quais os interesses por detrás disso?
Se a fome atingisse a Europa e os ricos como atinge a África, veríamos a imprensa e a OMS viver nesse estado constante de alerta, mas como não é assim, é raro ver tamanha mobilização. Afinal desta vez os ricos podem adoecer também.
Mas e quanto aos interesses?

Políticos:
Independente de que vertente você defenda existe formas de se beneficiar ou se prejudicar politicamente com a situação. Você pode dizer que o governo federal, estadual ou municipal está ou não fazendo o possível. Porém, é importante que você decida o que é prioridade para você e sua família. Você tem mais preocupação com essa possível doença ou de ficar sem renda nos próximos dias? Pese na balança e cobre seus governantes diretos, pois o vírus vem desde o ano passado, porém por interesse comerciais muitos políticos não cancelaram grandes aglomerações no carnaval e todos já sabiam que o vírus circulava. Pense nisso! Será que o interesse dele não é o aproveitamento político da situação? Você faz parte de grupo de risco? Trabalha em ambiente de risco? Em local de risco? Analise cada caso.

Mídia:
Jornal vende mais quando noticia é desgraça. Isso desde que o mundo é mundo. E o medo vende e vende muito bem. Além de aumentar audiência pode ser usado para fins gananciosos como movimentar a favor ou contra uma desavença política, religiosa ou artística.

Economia mundial:
O único ponto fora da curva de previsão da OMS foi a Itália. Tirando ela, tudo foi como previsto, inclusive uma histeria mundial que vai das bolsas de valores ao consumo indiscriminado de remédios, que fez com que a OMS ficasse preocupada em oficializar a pandemia, pois como dito, uma recessão econômica causa mais mortes. O curioso é que quando tudo parecia se estabilizar o caos eclodiu. E forçadamente eclodiu. Todas as informações conhecidas passaram a ser repassadas com maior dramaticidade, aspereza e tensão dando uma previsão bem mais pessimista que o usual. Visando as consequências e não as causas.
Ações e valores migraram para investimentos mais conservadores, mas dinheiro não desaparece, ele só muda de lugar. Porém a corda arrebenta sempre no ponto mais fraco, e depois no outro mais fraco e assim por diante. Desta vez até grandes investidores estão perdendo dinheiro e por isso o pânico. Mas há quem tire proveito disso a nível global. Uma crise para um é oportunidade para outro. Uma tragédia para muitos é negócio para outros.

O que recomendamos:
Tente não prejudicar sua renda ou sua rotina por puro medo. Economize dinheiro, poupe. Toda cidade terá suspeitos pois toda gripe é suspeita. Porém nem a TV nem os políticos irão sustentar sua família quando a crise apertar. Grandes cidades tem um potencial de sobreviver mais tempo sem lojas abertas do que cidades pequenas assim como pessoas ricas tem capacidade de ficar em quarentena muito mais tempo do que os não abastados. Por isso é cômodo falar em quarentena quando se tem muito dinheiro na conta. Você pode se dar a esse luxo?
Você é uma engrenagem importante não só para seus parentes mas provavelmente para a economia local, então se é de uma cidade pequena, mobilize amigos e vereadores para que as medidas de prevenção impactem menos na rotina da cidade. Imitar grandes cidades não é recomendável e ainda desnecessário muitas vezes.
Uso desnecessário de máscaras ou remédios podem causar mais doenças direta e indiretamente. Usar máscaras em ambientes abertos é tão desnecessário quanto usar capacete num passeio a pé apenas porque você poderia cair a qualquer momento. O uso de máscaras nas ruas em países orientais é cultural. E as vezes relacionado a índices absurdos de poluição e poeira. Médicos e pacientes usam máscaras por estarem em ambiente de alto risco de contaminação. Quando você usa em ambientes abertos, pode até filtrar e conter outros vírus e ao manipulá-la, se contaminar com estes. Quando você compra máscara desnecessariamente, alguém que realmente precisa fica sem. Quando você compra um remédio sem necessidade, além de correr o risco de sofrer os efeitos colaterais, pode deixar sem quem realmente precisa.

O que esperamos:
A tendência é o pico epidemiológico se estabelecer e se estabilizar nos próximos dias. Mais mortes serão consequência inevitável do tamanho de nossa população e do grupo de risco inerente a ela, mas temos uma expectativa muito mais otimista que os gráficos que circulam em comparativo a Itália. Nos próximos dias, devido a diversos fatores, todos verão que isso não se concretizará felizmente. E é claro, muitos tentarão tirar proveito político disso, nas 3 esferas de poder. A criação e divulgação de uma ou mais versões de vacinas serão anunciadas em breve pois a produção não é tão complexa para esse tipo de vírus que se assemelha a alguns de comportamento já conhecido e a tendência é que apenas com a divulgação dessas informações a sensação de segurança das pessoas volte, ainda que na prática pouca coisa mude. E com a sensação de segurança a rotina tende a se recuperar com um impacto social leve a moderado dependendo do tempo que a situação perdurar. Gradualmente as quarentenas serão interrompidas com bom senso, para não gerarem complicações sociais.

Não tema.
keep calm and carry on
Mantenha a calma e continue em frente.

Somos Anonymous

Selecionamos alguns dentre muitos links que citam os dados mencionados:

Uso de máscara em ambiente aberto é desnecessário e perigoso:
https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/sair-de-casa-de-m%C3%A1scara-%C3%A9-inadequado-e-perigoso-diz-infectologista-sobre-coronav%C3%ADrus-1.776945

https://www.redegn.com.br/?sessao=noticia&cod_noticia=128328

Gripe mata mais que o CORONAVÍRUS(COVID-19) na europa todo ano:
https://valorinveste.globo.com/mercados/internacional-e-commodities/noticia/2020/02/27/gripe-esta-matando-muito-mais-que-coronavirus-aponta-dados-da-oms.ghtml

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2020/02/26/interna_internacional,1124415/oms-lembra-que-gripe-sazonal-mata-60-000-por-ano-na-europa.shtml

650 mil pessoas morrem todo ano de gripe:
https://www.bancodasaude.com/noticias/ate-650-mil-pessoas-morrem-por-ano-de-doencas-respiratorias-causadas-pela-gripe/

Gripe mata muito mais que o CORONAVÍRUS no Brasil todo ano:
http://www.r7.com/retrospectiva-2016/news/quase-2000-pessoas-morreram-em-2016-no-brasil-por-h1n1-12122016

OMS evita declarar pandemia pois sabe que isto gera pânico e corrida por remédios desnecessários:
https://www.bbc.com/portuguese/geral-51363153

Medidas simples para se prevenir: