Bairro do Brás

Capitão Aldrin Corpas.

Gostaria de agradecer aos nossos patrulheiros que estão trabalhando como nunca, abaixo alguns ocorrências que culminaram com a detenção de dezenas de bandidos, bem como a apreensão de drogas e de meliantes que atuavam em nossa região. Por questões de segurança não vamos identificar cada ocorrência, porém saibam que este é o resultado de uma polícia compromissada com o cidadão, principalmente na região do Pari, Brás, Canindé e Ponte Pequena. Sabemos que não vamos resolver todos os problemas, porém estamos fazendo todo o possível ao nosso alcance. Capitão Aldrin Córpas e equipe. Muito Obrigado!

Foto

Em 28 de março de 2013, as equipes desta unidade da Polícia Militar em patrulhamento detiveram dois suspeitos que estavam aguardando uma pessoa sacar dinheiro no caixa eletrônico para a prática de roubo em nossa região. Os policiais orientados a buscarem este tipo de suspeitos nos horários e locais previamente analisados por nosso sistema de informações, lograram êxito em deter os meliantes. Parabéns as equipes da 3ª Cia. Capitão Aldrin Córpas.

_________________________________

O bairro do Brás, situado na região central de São Paulo, nasceu como uma região de chácaras, cresceu e se desenvolveu como bairro operário e “pátria” dos imigrantes italianos, depois acolheu os migrantes nordestinos, conheceu sua decadência e deterioração urbana e hoje é conhecido como um dos principais centros do comércio popular na cidade, destino diário de milhares de sacoleiros e sacoleiras de todo o Brasil.
A origem do Brás está ligada à figura do português José Brás. Diz a história que José Brás, proprietário de uma chácara na região, teria construído a igreja do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, ao redor da qual desenvolveu-se um povoado que daria origem ao bairro do Brás.
A região era conhecida como paragem do Brás, pois servia de parada para os que se dirigiam da freguesia da Sé à freguesia de Nossa Senhora da Penha, onde já existia um povoamento desde o século 17. Esse caminho de 1,5 léguas, conhecido como estrada da Penha,

compreende hoje as avenidas Rangel Pestana e Celso Garcia…veja mais.